segunda-feira, maio 15, 2006

1951

1859 1866 1880 1901 1902 1903 1904 1905 1906 1907 1908 1909 1910 1911 1912 1913 1914 1915 1916 1917 1918 1919 1920 1921 1922 1923 1924 1925 1926 1927 1928 1929 1930 1931 1932 1933 1934 1935 1936 1937 1938 1939 1940 1941 1942 1943 1944 1945 1946 1947 1948 1949 1950 1951 1952 1953 1954 1955 1956 1957 1958 1959 1960 1961 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 1980 1981 1982 1983 1984 1985

1951

Almirante lança na Rádio Tupi do Rio a série de programas “No Tempo de Noel Rosa” 6/4/51.

Adeus Maria Fulô (baião) - Sivuca e Humberto Teixeira

Afinal (bolero) - Ismael Neto e Luís Bittencourt

Ai, morena (marcha / carnaval) - Herivelto Martins e Benedito Lacerda

Aladim (marcha / carnaval) - Herivelto Martins e Raul Sampaio

Ave Maria (samba-canção) - Vicente Paiva e Jaime Redondo

Baião de Copacabana (baião) - Lúcio Alves e Haroldo Barbosa

Beijinho doce (valsa) - Nhô Pai

Bicharada (1945) (baião) - Djalma Ferreira

Boiadeiro (toada) - Armando Cavalcanti e Klecius Caldas

Calúnia (samba) - Paulo Soledade e Marino Pinto

Canção de amor (samba) - Chocolate e Elano de Paula

Cosme e Damião (valsa) - Roberto Martins e Ari Monteiro

Delicado (baião) - Waldir Azevedo

Esta noite serenô (baião) - Hervé Cordovil

Estrada do Canindé (toada-baião) - Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira

Madalena (samba / carnaval) - Ari Macedo e Aírton Amorim

Marcha do caracol (marcha / carnaval) - Peterpan e Afonso Teixeira

Meu sonho é você (samba) - Altamiro Carrilho e Átila Nunes

Ministério da Economia (samba) - Geraldo Pereira e Arnaldo Passos

Não tenho você (samba) - Paulo Marques e Ari Monteiro

Palhaço (samba) - Nelson Cavaquinho, Washington Fernandes e Osvaldo Martins

Papai Adão (marcha / carnaval) - Armando Cavalcanti e Klecius Caldas

Pedacinhos do céu (choro) - Waldir Azevedo

Pra seu governo (samba / carnaval) - Haroldo Lobo e Mílton de Oliveira

Retrato do velho (marcha / carnaval) - Haroldo Lobo e Marino Pinto

Sabes mentir (bolero) - Othon Russo

Sapato de pobre (samba / carnaval) - Luís Antônio e Jota Júnior

Se você se importasse (samba-canção) - Peterpan

Tomara que chova (marcha / carnaval) - Paquito e Romeu Gentil

Tome polca (polca) - José Maria de Abreu e Luiz Peixoto

Vingança (samba-canção) - Lupicínio Rodrigues

Zum zum (marcha / carnaval) - Paulo Soledade e Fernando Lobo

Músicas estrangeiras de sucesso no Brasil

Bibbidi-bobbidi-boo (A canção mágica) (Mack David, Livingston e Al Hoffman)

C’est Ci Bon (Andre Hornez e Henri Betti)

Cumaná (Harold Spina, Barclay Allen e Roc Hillman) (lançado em 1947)

Diez años (Rafael Hernández)

Mambo Jambo (Perez Prado)

Mambo n° 5 (Perez Prado)

My Destiny (Mack David e Jerry Livingston)

Perdida (Alfredo Gil)

The song of Delilah (Victor Young)

The Third Man Theme (Anton Karas)

Cronologia

07.01: Nasce no Rio de Janeiro (RJ) o compositor/cantor Luís Melodia (Luís Carlos dos Santos).

20.01: É inaugurada a TV Tupi do Rio de Janeiro.

31.01: Getúlio Vargas toma posse na presidência da República.

01: A Sinter lança o primeiro elepê brasileiro. No repertório, oito músicas para o carnaval de 51, interpretadas por Marion Duarte, Neusa Maria, Oscarito, Geraldo Pereira, Os Cariocas, Heleninha Costa, César de Alencar e as Irmãs Meireles.

20.02: Nasce no Rio de Janeiro (RJ) o compositor/arranjador Eduardo Souto Neto.

06.04: Almirante lança na Rádio Tupi do Rio de Janeiro a série de programas “No Tempo de Noel Rosa”.

09.05: Ângela Maria grava o seu primeiro disco (RCA Victor 80.0788, “Quando Alguém Vai Embora” e “Sou Feliz”).

12.06: É lançado no Rio de Janeiro (RJ) o jornal Última Hora, de Samuel Wainer.

10.08: Morre em Atenas (Grécia) o chefe de orquestra/instrumentista Fon-Fon (Otaviano Romero).

17.08: Nasce em Conceição de Piancó (PB) a cantora Elba Ramalho (Elba Ramalho Nunes de Souza).

07.09: Nasce em São Paulo (SP) o cantor/compositor Morris Albert (Maurício Alberto Kaiserman).

20.10: É inaugurada em São Paulo (SP) a I Bienal Internacional de Artes Plásticas.

11: A TV Tupi de São Paulo inicia a transmissão de “Sua vida me pertence”, a primeira telenovela brasileira.

Nenhum comentário: